Entre os nomes importantes da literatura, destaca-se o autor Camilo Ferreira Botelho Castelo Branco. Reconhecido por obras que marcaram diversos contextos, o escritor reúne temáticas que não só permeiam o romance, como também críticas e textos voltados para o teatro. Contudo, o destaque de sua principal obra está em “Amor de Perdição”, lançado no ano de 1862.

Camilo Castelo Branco foi um cronista, que também fez história na literatura portuguesa como dramaturgo e romancista. Por isso, também é classificado como um dos representantes do Romantismo. Além de ser casado com uma escritora portuguesa, o escritor e sua esposa, Ana Plácido, tiveram dois filhos.

Nascido no ano de 1825, no dia 16 de março, na cidade de Lisboa, em Portugal, Camilo Castelo Branco faleceu com 65 anos de idade, no dia 01 de junho de 1890. Desde então, sua trajetória nunca deixou de ser imortal e, cada vez mais, tem sido um retrato de relevância. Por isso, confira através deste artigo algumas curiosidades sobre o autor supracitado e também de suas principais obras, como “Amor de Perdição“.

Composição do estilo literário de Castelo Branco

Embora tenha ilustrado caminho por algumas obras diferenciadas, Camilo Castelo Branco teve o romantismo presente em grande parte de sua escrita. Além disso, alguns desses trabalhos foram categorizados como romances históricos. Contudo, o autor não deixava de lado obras românticas que expressavam o tom humorístico.

Uma das características que também podem ser amplamente aproveitadas das obras de Camilo Castelo Branco, são as riquezas contidas em cada um de seus textos. Isso porque, as representações do autor contêm vocabulário específico e denso. Aliás, dentro desse contexto, o escritor também pôde trazer para alguns de seus trabalhos traços do Realismo.

Por isso, nessas obras é visualizada a mistura de sentimentos, bem como a personalidade de determinados personagens. O autor pôde aproveitar esses caminhos para propor críticas sociais, onde as principais vão de encontro à educação, assim como outras análises de realidades históricas.

Amor de Perdição (1862) – principal obra de Camilo Castelo Branco

Considerado um dos romances mais famosos do autor, a história é classificada como uma novela passional, presente na segunda fase do Romantismo Português. Bem parecido com a história de “Romeu e Julieta”, de William Shakespeare, “Amor de Perdição” é uma história que teve como cenário a região Centro de Portugal, Viseu.

O casal apaixonado começa a construir uma relação afetiva através das janelas, onde são vizinhos. Porém, os problemas começam a surgir quando os parentes se esforçam para colocarem fim à união. Teresa, tenta com bastante resistência não se casar com o primo, e por isso o convento passa a ser a sua realidade.

Castelo Branco propôs nesta obra a condição onde o leitor consegue se apaixonar e ao mesmo tempo acompanhar com fervor todas as lutas que os amantes vizinhos encontram para conseguirem ficar juntos.Amor de Perdição é uma obra que foi publicada em e-book pela nVersos Editora. Quer conhecer melhor? Garanta já a sua cópia de “Amor de perdição”.

Título: Amor de Perdição
Autor: Camilo Castelo Branco
Área: Literatura
ISBN: 978-65-87638-45-8
Formato: e-book
Lançamento: Fevereiro /2022

Fontes:

https://www.suapesquisa.com/artesliteratura/camilo_castelo_branco.htm

https://drive.google.com/file/d/1ao_8O770TnuUAMk6ab5UfqgWel6AtHYT/view

https://educacao.uol.com.br/disciplinas/portugues/amor-de-perdicao-camilo-castelo-branco-quantidade-nao-prejudica-a-qualidade.htm